20 de nov de 2008

2.0 é o cacete

É isto que você leu no título mesmo, 2.0 é o cacete.
Maldita web 2.0 que fez todas as empresas se sentirem na obrigação de evoluir os seus produtos.
Passando pelo supermercado um dia destes eu vi que a Nestlé lançou o Nescau 2.0 . Decidi comprar o "tão inovador" Nescau 2.0, e percebi que isto era puro marketing. O Nescau não tem nada de diferente do Nescau 1.0 ( se é que eu posso chamar assim, já que os dois são iguais ). Inclusive fizeram até um site muito legal para o "novo" produto que é exatamente a mesma coisa do anterior.
Experimente ir em um supermercado fazer compras. Você vai encontrar sucrilhos 2.0, iogurte 2.0, sabão em pó 2.0, palha de aço 2.0, carne 2.0, e o baralho à quatro 2.0 . O engraçado é que na maioria das vezes a única coisa que muda é a embalagem. Os produtos poderiam vir também com uma etiqueta, quem sabe "Preço 2.0" porquê esta suposta evolução no produto faz com que o preço evolua junto.
E não foram só os produtos que ganharam uma versão 2.0, os serviços também ficaram assim. Desentupidora 2.0, faxineira 2.0, jardineiro 2.0, flanelinha 2.0. Tudo , novamente, com o mesmo serviço e preço mais alto.
E as logomarcas? Acho que esta foi uma das poucas vantagens desta influência da Web 2.0. Todas elas estão mais bonitas, arredondadas e com efeitos de luz e sombra. Só que as logomarcas 2.0 estão certas, pois elas estão inseridas em mundo totalmente 2.0 .
Agora tem até bar 2.0. Dá uma olhadinha pra você ver se não vai encontrar algum Bar do Zé 2.0, Boteco da Godofreda 2.0 .
Sinto saudade do mundo 1.0, onde Nescau vinha em lata lisa, o Omo era só o azul sem frescura, Sucrilhos era Sucrilhos, e o Boteco do Zé servia cerveja no copo sujo.
Tomara que quando os ETs finalmente vierem à Terra, não tenha uma faixa enorme escrito "Welcome to Earth 2.0".

Um comentário:

Thiago disse...

por isso eu só tomo toddy...