23 de jun de 2009

Porradaaaaaa!! Porradaaaaaaaa!!

Postado por Costela

Só o que se fala nos jornais é o caso do homem que trocou socos com duas mulheres no trânsito por causa de uma fechada. Para quem ainda não viu o ocorrido segue o vídeo.



Ao que parece, quem começou a briga foram as mulheres. No meu ponto de vista o cara saiu do carro para tirar satisfação com o caminhoneiro que havia fechado o motorista bruscamente, e as filhas Maria-Tomba-Homem partiram pra cima do cara.
Você pode perceber bem, que no começo do vídeo ele fez o que qualquer pessoa sensata faria, apenas tentou se defender e tirar as mulheres de perto dele.
Porém eu acho que ele errou. Errou em ter demorado demais a meter a mão na fuça dessas mulheres. Não me julguem mal dizendo que eu sou o tipo de homem que bate em mulher. Eu sou apenas o tipo de homem que bate em um ser humano que está me agredindo. Antes dela ser mulher ela ainda é um ser humano com direitos e deveres iguais e equivalentes aos meus.
Desde pequeno sempre ouço minha mãe dizer " se alguém tem força para bater, tem que ter força pra apanhar ", e é esse critério que uso quando digo que, se um homem sofre agressões constantes e ininterruptas de uma mulher, isto lhe confere sim o direito de partir a fuça da dita cuja.
Mimimi delegacia da mulher mimimi lei Maria das Trança sei lá comé que chama mimimi processo e apitasso na porta de casa. Nenhuma mulher se dá conta de que em algumas vezes ( Eu disse algumas vezes, que são a minoria. Não todas. Que isso fique claro ) o homem vem aguentando agressões há muito tempo, e quando ele resolve revidar vai preso e o escambau.
Agora eu pergunto: Vocês querem direitos iguais certo? Querem votar, tirar carteira, e vestir calça. Mas será que com esses direitos, o certo não seria vir também deveres iguais? Rachar conta de restaurante, nos dar a jaqueta quando está frio, perder a preferência na guarda dos filhos.
Queimar sutiã na praça é bom né? Agora guenta!


- É a festa do sutiã! Uhull!

Um comentário:

Poison disse...

"Mimimi delegacia da mulher mimimi lei Maria das Trança sei lá comé que chama mimimi processo e apitasso na porta de casa."
Huahahauhauhuaua, boa!