22 de dez de 2009

Hipocrisia Vegetariana

Postado por Zoi de Tandera


Porco: alimento saudável e nutritivo, que pode salvar vidas.


Notícia veiculada pelo portal G1:

Vegetariana passa mal e recebe um implante cardíaco de porco

A vegetariana escocesa Robyn Cairney, 18 anos, poderia ter morrido. Com um raro problema cardíaco, ela passou por uma complexa cirurgia onde recebeu um transplante de uma válvula cardíaca oriunda de um coração de um porquinho. Mesmo sendo espécies diferetes, porcos e humanos apresentam algumas semelhanças em seus corpos. Esta válvula pode durar 20 anos. Após este período, a garota pode substituir a válvula por uma mecânica.
“Sendo vegetariana, foi um grande choque”, afirmou. “Mas percebi que isso era uma escolha de vida ou morte. Agora, sou uma vegetariana que é mantida viva por um porco."

Fonte: aqui.

Se ela fosse vegetariana de verdade, ela teria voltado pra sala de cirurgia e teria tirado a válvula de porco. Mas nããããããããããããããããããããão, agora o mal já foi feito, o porquinho já foi morto e desperdiçar isso seria estupidez. Eu digo o mesmo pra carne no meu prato.

Ou ainda, porquê ela não voltou para a mesa de cirurgia e pediu que trocassem a válvula de porco por uma de alface?

Agora, uma perguntinha: como que uma vegetariana, que tem hábitos alimentares supostamente melhores que os nossos, nobres carnívoros, pode ter desenvolvido um problema cardíaco com apenas 18 anos? Será que o vegetarianismo é tão mais saudável assim?

5 comentários:

Galinha Caipira disse...

Seria só fazer uma estatistica do numero de cirurgias iguais a essa. Quantas foram feitas em vegetarianos e quantas foram feitas em onivoros?

Anônimo disse...

Edaí ? As pessoas com maior longevidade são onívoras. Conheço onívoros de 90 100 anos, mas único veg. que conheci morreu de câncer no estômago.

Rashidova, que nasceu em 1875, nunca adoeceu, não se queixava de dores e nem tomava remédios, segundo seus familiares. A idosa, que não falava russo e era órfã desde jovem, comia apenas frango, ovos e leite, e não consumia bebidas alcoólicas.Morreu aos 131 anos de idade.

Lerik - umleonardo@gmail.com disse...

O problema é a falta de alternativas. Ninguém banca uma pesquisa para se produzir alternativas "veg" para essas coisas. Se já é difícil encontrar alternativas para alimentação vegetariana, que dirá medicina vegetariana! A classe médica é das mais mal-informadas nesta área. Nas faculdades de medicina o vegetarianismo é piada ou nota de rodapé. Para os vegs, resta a esperança de que a coisa um dia evolua a ponto de termos liberdade plena de escolha, e não sermos mais marionetes consumindo o que querem que a gente consuma, como se "não houvesse alternativa eficiente". Hipocrisia é achar lindo um cachorrinho e almoçar uma vaca, ou coisa que o valha - não é receber um implante por falta de opção.

Anderson Santos disse...

Longevidade tem uma porcentagem relacionada a alimentação, isso é fato, mas é grandemente influenciada por outros fatores como genética e estilo de vida.
Agora, qualidade de vida e disposição são outros quinhentos, e uma dieta vegetariana pode ajudar e muito.
O problema dessa garota é genético e não causado por problemas de alimentação, assim como tem recém-nascidos com câncer.

Anônimo disse...

Eu também pensei nesse negócio de "o animal já está morto, seria disperdício não comer"
e é verdade
mas se todo mundo continuar comendo, vão continuar matando mais para botar mais carne nos pratos

sobre a saúde dos vegetarianos
eu acredito que vegetais façam bem sim, mas a muito tempo os humanos têm sido onívoros, comendo carne E plantas
simplesmente parar de comer qualquer tipo de carne assim, do nada, pode ser ruim

só oq eu não gosto no vegetarianismo é que as pessoas esquecem que árvores e folhas também são vivas
só que se falasse isso pra um vegetariano ele ia morrer de fome xD