14 de set de 2009

Incomodando os não-céticos

Pitaco do Costela

SE VOCÊ NÃO LEU O TEXTO ANTERIOR ESCRITO PELO ABUTRE, INTERROMPA ESTA LEITURA E CLIQUE AQUI!

Eu acho que a crença do homem na lua faz as pessoas começarem a escrever errado. Eu ainda lanço a campanha " Vamos comprar um dicionário para o Abutre ". Nuh!

Mas o que eu acho sobre essa coisa do homem ter ido na lua é: bullshit!
As provas que o homem não foi na lua, são mais substânciais do que as provas que eles foram. Sempre que citam essas coisas que o Abutre falou, eu sinto cheiro de mentira. Um laser milagroso que volta na terra mas ninguém nunca viu voltando. Rochas lunares que ninguém nunca viu, nem os MythBusters. Se os grandes caçadores de mitos não tiveram acesso á essas rochas, quem terá? Dizem que as pedras tem uma composição estranha, e mais de 700 milhões de anos, mas como eu posso saber se é verdade? Eu nunca coloquei a língua pra saber se tem gosto de lua.
E essas fotos podem ter sido facilmente forjadas, Abutre. Você sabe que sou um exímio Photoshopeiro, e não teria a mínima dificuldade de fazer fotos como essas.

Entretanto os indícios que nós céticos usamos como exemplos da não ida do homem à lua, podem ser vistos por qualquer newba. As sombras divergindo em todas as fotos são o melhor exemplo. Eu sei que no episódio dos MythBusters eles mostram que com alguma dificuldade você consegue fazer uma sombra que diverge satisfatóriamente, mas ele demorou alguns minutos para fazer UMA sombra divergir. Será possível que isso aconteceria sem querer com todas as sombras na lua? Estranho não?
Porquê será que aqui na terra quando tiramos fotos no chão de cascalho, as sombras não divergem? Acho que isso também deveria ocorrer aqui já que no meio da roça, parado no cascalho só existe o sol como fonte de luz.


- Olha eu aqui tirando foto da luaaaaaaa. Eu não sei tirar foto então vou ficar aqui pra minha sombra aparecer divergindo com a outra.

Outra coisa. Cadê as estrelas?! As câmeras da Nasa engoliram elas com angu?! Dizem que o contraste do sol no solo ofuscou as estrelas, mas os detalhes nas roupas dos astronautas dá pra ver super bem. Faz o seguinte, clica neste linque e acha UMA só UMAZINHA estrela nas fotos. Eu quero UMA SÓ! Dá-lhe câmeras seletivas hein! Outra coisa em relação às câmeras. Na época os filmes e os aparelhos eletrônicos não aguentavam as temperaturas extremas encontradas na lua. Como é possível?

Tem mais. A terra deve um pêndulo em relação à lua né? Em cada foto ela está de um tamanho!! Olha só:




Daí você me diz "Ah Costela. A curvatura da terra está diferente, elas foram tiradas de lugares diferentes da lua.". Ah é? Sem problemas. O Costela resolve isso para você.


Neste caso aqui eu só usei o redimensionador do Photoshop e mais nada. Não cortei, não colei e nem coisa nenhuma. Só redimensionei e rotacionei para fazer com que as curvaturas sejam iguais. Se você duvida, testa você mesmo aí no seu PhotoShopills.

Ainda não está satisfeito? Vou falar a última coisa então. Dá uma olhada na foto que segue agora. Essa eu deixei até um link pra ela mesma maiorzona, para que você possa analisar com a sua Lupa Ultra 5000x Plus Dingo Dingo Fox Trot.


Teoricamente esta nave aterrissou neste lugar né? Hm. Eu acho, só acho mesmo, que deveriam haver algumas marcas de aterrissagem ali. Será?

Como eu disse anteriormente os MythBusters já fizeram um especial sobre isso, mas venhamos e convenhamos, que americanos fazendo um programa para desmentir uma conquista histórica DOS americanos. É igual á um bando de brasileiros fazendo um documentário para desmentir as copas que a seleção ganhou. Isso sem contar que os testes foram feitos dentro da Nasa né? Estranhamente conviniente.

Eu posso ficar aqui a noite toda escrevendo sobre como o homem NÃO foi á lua, mas se o escrito acima não os convenceu, vai estudar cara. Na net tem um monte de coisa falando sobre os dois lados da moeda. Até porquê esta história do homem na lua tem dois lados. O lado de que ele foi na lua, e a verdade. KKKKKK

9 comentários:

Abutre disse...

"Um laser milagroso que volta na terra mas ninguém nunca viu voltando"
Se ele volta como que ninguem viu ele voltando ??

"Rochas lunares que ninguém nunca viu, nem os MythBusters"

MythBusters não são onipresentes e nem tem acesso a essas coisas só porque eles passam na discovery. Eles também não sabem a linha do presidente.

"Dizem que as pedras tem uma composição estranha, e mais de 700 milhões de anos, mas como eu posso saber se é verdade?"

Estuda geologia

"As sombras divergindo em todas as fotos são o melhor exemplo. Eu sei que no episódio dos MythBusters eles mostram que com alguma dificuldade você consegue fazer uma sombra que diverge satisfatóriamente, mas ele demorou alguns minutos para fazer UMA sombra divergir. Será possível que isso aconteceria sem querer com todas as sombras na lua? Estranho não?"

Os astronaltas pousaram em uma PENUMBRA onde até o reflexo de uma cratera gigantesca poderia gerar outro foco de luz e aqui na terra não existem crateras gigantescas para os semi-deuses MythBusters fazerem testes e ainda usando maquinas da época, logico que não era uma polaroid nem um filme Kodak, mas o que é diferente de uma cannom 12 Mega Pixel

"Tem mais. A terra deve um pêndulo em relação à lua né? Em cada foto ela está de um tamanho!"

Até minha vó consegue ver que tem zoom em uma das fotos, e até o tamanho da Lua varia daqui na terra.
Em 1969 não existia nem computador. Como as fotos seriam aditadas?? No estilete e cuspe.

Será que de 1969 até 1972 realmente todo mundo viu balões de são jõao subindo ao espaço e ninguem cogitou nada?? Então vai lá investigar a petrobrás que eu acho que eles mentem falando que tem petróleo no Brasil.

Costela disse...

"Se ele volta como que ninguem viu ele voltando ??"
Um programa de PC que pisca dizendo que o laser voltou. Isso até eu consigo fazer Abutre.

"MythBusters não são onipresentes e nem tem acesso a essas coisas só porque eles passam na discovery. Eles também não sabem a linha do presidente."
Se a Nasa realmente tivesse um pedaçinho que fosse dessas rochas, dariam na mão dos MythBusters para que eles pudessem defendê-los. É a melhor chance que a Nasa já teve, mas mesmo assim eles se recusaram em dar um fragmento da rocha pro pessoal. Porquê será?

"Estuda geologia"
E não vou estudar geologia mas quero provas concretas que as pedras são de lá. Eles conseguem provar? Não. Mais uma vez a Nasa usa de provas que fica só no disse que disse.

"Os astronaltas pousaram em uma PENUMBRA onde até o reflexo de uma cratera gigantesca poderia gerar outro foco de luz e aqui na terra não existem crateras gigantescas para os semi-deuses MythBusters fazerem testes e ainda usando maquinas da época, logico que não era uma polaroid nem um filme Kodak, mas o que é diferente de uma cannom 12 Mega Pixel"
Primeiro vamos arrumar um dicionário aqui. Segundo que aqui na terra também existem paredões gigantes, e minhas sombras nunca saíram divergiram por causa disso. Outra coisa, se fossem realmente essas crateras refletindo a luz, os objetos teriam que OBRIGATORIAMENTE ter duas sombras. Uma do sol, e outra do reflexo do paredão.

"Até minha vó consegue ver que tem zoom em uma das fotos, e até o tamanho da Lua varia daqui na terra."
Essa alternativa está descartada, uma vez que eu mesmo fiz a sobreposição de horizontes no Photoshop. Quando você sobrepõe os horizontes, isso garante que as fotos estão na mesma escala, e mesmo assim a terra varia de tamanho. Se quiser faz o contrário, vai no photoshopills e encaixa o tamanho das terras, e você verá a variação na curvatura da lua.

"Em 1969 não existia nem computador. Como as fotos seriam aditadas?? No estilete e cuspe."
Mal sabe você querido amigo Abutre, que fotos vem sendo editadas muito antes do computador. Não são necessários programas de edição de imagens para que as montagens sejam feitas.

"Será que de 1969 até 1972 realmente todo mundo viu balões de são jõao subindo ao espaço e ninguem cogitou nada?? Então vai lá investigar a petrobrás que eu acho que eles mentem falando que tem petróleo no Brasil."
Essa parte foi pura apelação infundada. A Petrobrás nunca me deu provas, e ninguém nunca deu contra-provas que o petróleo é mentira. Quanto á essa questão eu não posso opinar, pois não é nada que eu tenha estudado.

Costela disse...

E só pra lembrar o que eu disse no post. Todas as "provas" que a Nasa tem, são de coisas que ninguém pode ver, ninguém pode saber, ninguém pode tocar. Assim até eu crio provas. Eu posso te provar que meu peido te cheiro de framboesa-selvagem, mas ninguém pode cheirar, ninguém pode analisar...

Abutre disse...

Cientistas do mundo todo analizaram as provas.
Pq em plena guerra fria a antiga URSS não desvendou isso na época, ja que era a maior interessada.

Abutre disse...

Só mais uma pergunta ... essas fotos ai são de qual missão Apollo.
Qual das 6?

Costela disse...

Cientistas do mundo inteiro analisaram, mas cadê as provas? Custava dar um pedaçinho que fosse para os MythBusters? Eles estavam dentro da Nasa.

Na época eu acho que a a URSS não falou nada, pois ainda não tinha respaldo suficiente para afirmar que era uma farsa, e fora que fazer essa afirmação poderia fazer com a guerra deixasse de ser "fria".

E sobre as fotos eu não sei dizer de qual missão são, mas elas foram tiradas do site d'A Fraude do século.

Site da NASA - 40 anos da Apollo-11 disse...

Projeto Apollo,

http://www.nasa.gov/mission_pages/apollo/40th/index.html

President Obama! disse...

President Obama Highlights Apollo Technologies →

On April 26, 2009, at the National Academy of Science. the President stated, 'The Apollo program itself produced technologies that have improved kidney dialysis and water purification systems; sensors to test for hazardous gasses; energy-saving building materials; and fire-resistant fabrics used by firefighters and soldiers...the benefits of which have been incalculable.

Apollo 8 Astronauts discuss mission disse...

To: (Brazilian people)

Apollo 8 astronauts discuss mission
Event part of LBJ Library commemoration of NASA's 50th anniversary.
By Jimmie Collins

AMERICAN-STATESMAN STAFF

Friday, April 24, 2009

Apollo wasn't a program of science; it was another battle in the Cold War, said William Anders, an astronaut who flew in the Apollo 8 mission.

"Sure we picked up rocks and took pictures. ... But if it hadn't been another competition with the Russians, we wouldn't have had the backup of the taxpayers to beat those dirty Commies," he quipped.

Anders and his Apollo 8 companions, Frank Borman and James Lovell, visited the University of Texas on Thursday for a panel discussion about the U.S. space program and an Apollo 8 reunion. More than 30 of the ground control crew members also attended the reunion. The discussion was related to an exhibit at the Lyndon Baines Johnson Library and Museum, "To the Moon: The American Space Program in the 1960s," which celebrates NASA's 50th anniversary.

In 1968, the three NASA astronauts became the first to leave the Earth's orbit and circumnavigate the moon. The Apollo 8 mission took seven days and included 10 orbits around the moon. The Apollo program was designed to land humans on the moon and bring them safely back to Earth; Apollo 8 is touted as setting the foundation for the Apollo 11 lunar landing.

"I just want to get this out there right now: I got motion sick and puked," announced Borman, who was mission commander. Nausea would usually be a cause to cancel a mission, but the three joked that if NASA had told them to turn around, they would have turned off the radio transmitter.

"We weren't going to cancel," Lovell said.

Borman, Lovell and Anders were the first people to see the far side of the moon and the Earth in its entirety. They sent back pictures of the Earth, which were transmitted via television. Anders is responsible for the famous earthrise photos taken when the spacecraft emerged from behind the moon.

He said Borman took the first shot of the earthrise, "but he didn't have the color film and the long lens," Anders said with a smirk.

Borman said he quickly told Anders to take the picture but that Anders replied, "Well, that's not on the flight plan."

The mission's overall objectives were to check equipment performance between the Earth and the moon and in lunar orbit, to observe the effects of a lunar-orbit environment on a crew, to demonstrate communication and tracking at lunar distances, and to obtain photos of possible lunar landing sites for future missions.

As for the future of the space program, Lovell said he thinks there is less support for returning to the moon and that he doesn't think a human will step foot on Mars in his lifetime or the next generation's.

"The Cold War was a major stimulus for Apollo; I don't think we have the same groundswell of taxpayer support for it," Lovell said. "I would hope that when we finally figure out how to go to Mars, and that may be considerably longer than I've heard, I hope that we could do it, not as Americans beating the Chinese or some silly thing like that, but we could do it as humans going from our home planet to the next planet."

jcollins@statesman.com; 445-3812